PORQUE ÀS CRÍTICAS NOS AFETAM MAIS

 

A sensação desagradável após uma crítica negativa pode nos afetar durante mais de uma hora. Já o Bem-estar que sentimos ao sermos elogiados, desaparece em cerca de cinco minutos. Por que isso acontece?

 

Certamente você já reparou mais de uma vez: você diz algo agradável, um elogio sobre o seu Modo de Ser ou um elogio sobre o seu trabalho e com isso se sente muito bem; Agradece e desfruta dessa sensação por um tempo, mas a sensação desaparece. No entanto, uma crítica negativa de seu chefe, desrespeitoso ou um comentário desagradável de um amigo pode arruinar uma tarde inteira. Nada de preocupação: você não é particularmente insegura(o) ou alguma coisa estranha. Simplesmente, o Cérebro Humano funciona assim.

Uma questão de química inteligente

Mas se isso te faz se sentir melhor, você pode culpar o Cortisol , um hormônio que nosso Cérebro segrega em momentos de estresse. Em geral, qualquer revés que ameaça nossos objetivos libera quantidades maiores ou menores desta substância. Se alguém nos insulta ou tirar sarro de nós, nosso corpo, nosso organismo se estressa , porque ele percebe  uma ameaça ao nosso status na sociedade, o que é importante do ponto de vista sócio-evolutivo. A liberação de Cortisol  imprime às lembranças mais fortemente em nossa memória . E é por isso que a crítica, qualquer crítica, nos afeta por mais tempo do que um Elogio.

Não se vá tão rápido Ocitocina

Em vez disso, quando recebe um “Eu amo você “, elogios, palavras de apoio ou sorrir, o que acontece em nosso corpo é muito diferente: secretamos ocitocina , o assim – chamado de ‘hormônio do amor’. A desvantagem é que  o seus efeito é muito menos durável do que o concorrente estressado: o Cortisol. Se calcula que a corrente sanguínea elimina a Ocitocina em cerca de cinco minutos, enquanto o Cortisol pode permanecer ativo no Organismo Humano durante mais de uma hora.

Essa função do Nosso Cérebro pode ser irritante, mas ele tem um profundo sentido biológico . Nas palavras de Roy F. Baumeister, um professor de psicologia social na Florida State University, “as pessoas que estão mais em sintonia com às coisas ruins são mais propensos a sobreviver às ameaças e, consequentemente, aumentar a probabilidade de perpetuar seus genes. Sobrevivência requer atenção urgente ao mau desempenho, mas isso é menos urgente em relação a bons resultados. ” Ou seja, se algo nos ameaça, é melhor que o Cérebro aprende bem, é para isso que os sentimentos de estresse são gerados, para “chamar a atenção do cérebro” e o manter atento por um tempo, “revisando” às causas dessa experiência negativa ou ameaçadora.

Em contraste, às emoções positivas são uma espécie de prêmio, um reforço talvez, que realmente não requer atenção urgente e sustentada do Cérebro. E assim, o Hormônio responsável pela produção da sensação de Prazer tem uma curta duração em nossa sensibilidade. 

Em qualquer caso, tudo isso nos ajuda a tomar Consciência do peso que às Nossas Palavras podem ter sobre o Humor e a Vida dos outros.

É comum ouvir que leva cinco elogios para compensar os efeitos negativos de uma má crítica. E todos nós sabemos que algumas Palavras perfuram como punhais, certas pessoas mais sensíveis. A Neuroquímica explica isso de forma diferente, mas, essencialmente, confirma.

FONTE: RT Sepa Más

Direitos da Tradução para o Português são do Blog: 10000 Revoluções por minuto

Comentário do Blog:
Resolvi traduzir essa pesquisa para o Português e colocar aqui no Blog (10000 Revoluções por minuto) para que os meus queridos e minhas queridas leitoras percebam mais uma vez o Poder das Palavras em Nossa(s) Vida(s) e em Nosso(s) Corpo. Antes de criticar alguém lembre-se desse Texto e dessa Pesquisa. Blog 10000 Revoluções por minuto.

#AutoconhecimentoComLeonardo

.

.

.

ReConenctando a Sua Essência

Curso: Liberdade emocional com EFT

Mentoria Espiritual com Caio Fábio – Exclusivo

Mapa Numerológico para Autoconhecimento.
De 400R$, por 139R$! Faça o seu! Click aqui!

Anúncios