Comentários a respeito de um estudo sobre o beijo: que coisa estranha é o beijo. Por que os seres humanos se agarram um ao outro com os lábios e expressam seu amor desta forma? Além de nós, só os chimpanzés fazem isso.

Os pesquisadores não encontraram evidências convincentes ou decisivas de que a principal função do beijo é estimular a excitação sexual.

Os cientistas consideram a principal função de beijar como sendo muito pragmática e útil: avaliar o parceiro. No que diz respeito ao que parece, os seres humanos que aspiram a um relacionamento de longo prazo atribuem grande importância ao beijar.

Aqueles que conduziram esta pesquisa aprenderam sobre muitos tipos de funções do beijo romântico ao investigar a atitude para com o significado de beijar em várias situações no desenvolvimento de casais. A hipótese sobre isso foi confirmada. Beijar serve a um propósito útil: avaliação do parceiro.

Mulheres participantes atribuem grande importância à avaliação de um parceiro, assim como grande valor à intenção sócio-sexual. Elas atribuem um maior grau de importância em beijar em relacionamentos românticos, relatando que o primeiro beijo pode influenciar a sua atração por um parceiro em potencial num alto grau de probabilidade.

Homens valorizam menos a importância de beijar, assim como as pessoas que não valorizam a intenção sócio-sexual. Sobre a importância do beijo na fase preliminar das relações mútuas eles relataram que os parceiros não atribuem muita importância à intenção sócio-sexual.

As mulheres consideram o beijo como sendo mais significativo em relacionamentos de longo prazo. Fora isso, o beijo é associado a maior parte do tempo com um sentimento de satisfação num relacionamento mútuo. Os autores do estudo não encontraram evidências significativas para a hipótese de que a principal função do beijo é despertar o parceiro.

Minha Resposta:

De acordo com a sabedoria da Cabalá, há três níveis de abordagem entre os objetos espirituais: abraçar, beijar e acoplar. Estas correspondem às três fases do crescimento de um objeto espiritual: Ibur (concepção) – imaturidade, Yenika (sucção), Mochin (idade adulta) – maturidade. Portanto, de acordo com a lei da raiz (a causa) e do ramo (o resultado), é preciso usar a conexão entre nós como faríamos com um beijo.

Fonte: Michael Laitman – Categoria Sexo

.

.

.

ReConenctando a Sua Essência

Curso: Liberdade emocional com EFT

Mentoria Espiritual com Caio Fábio – Exclusivo

Mapa Numerológico para Autoconhecimento.
De 400R$, por 139R$! Faça o seu! Click aqui!

Anúncios