A relação entre auto-relato de depressão e uso de mídias sociais.

(…)Por exemplo, um estudo revelou uma alta correlação positiva entre o vício em internet e depressão entre estudantes universitários. Outro estudo descobriu que adultos com transtorno depressivo maior, gastou quantidades excessivas de tempo livre no computador, enquanto que aqueles com distimia, transtorno do pânico e agorafobia gastou mais tempo assistindo à televisão que o grupo controle ou aqueles com outros distúrbios.

 

A depressão é uma condição debilitante que afeta negativamente muitos aspectos da vida de uma pessoa e da saúde geral. Trabalhos anteriores apoiou a ideia de que pode haver uma relação entre o uso de certos meios de comunicação social e depressão. Neste estudo, nós testamos se auto-relato de depressão (SRD), que não é um diagnóstico baseado clinicamente, foi associada com o aumento de internet, televisão, e o uso de mídia social, usando dados coletados no comportamento da mídia e influência Study (MBIS) banco de dados (N = 19,776 sujeitos).

Foram avaliados ainda mais a relação das variáveis demográficas a esta associação. Estas análises mostraram que as taxas SRD estavam na gama de taxas de publicados de depressão clinicamente diagnosticada. Ele descobriu que aqueles que tendem a usar mais mídias também tenderam a ser mais deprimido, e que a segmentação dos assuntos SRD foi ponderada para o uso da Internet e da televisão, o que não foi o caso com indivíduos não-SRD, que foram segmentadas, juntamente uso da mídia social. Este estudo concluiu que aqueles que sofreram tanto contratempos na vida económica ou físicas são de ordens de grandeza mais propensos a ser deprimido, mesmo sem desproporcionalmente altos níveis de uso de mídia.

No entanto, entre aqueles que sofreram grandes reveses da vida, os usuários-particularmente altos de televisão, são ainda mais propensos a relatar depressão(…)

 

POBRES TENDEM A TER MAIS DEPRESSÃO E INCAPACIDADE DE ENFRENTAR A VIDA

 

 

A falta de recursos financeiros temporários que os pobres experimentam podem levar a sentimentos de falta de controle sobre a própria vida e uma incapacidade de agir com eficácia no mundo… Apoiando esta interpretação, a análise dos indivíduos não-SRD mostrou que pessoas com rendimentos elevados(classe média mais alta) que usam menos mídias sociais tendem a ser significativamente menos deprimidos. (FONTE: frontier)

 

AGORA UMA REFLEXÃO 10.000 [R]evoluções por minuto

REFLEXÃO DO BLOG: Percebem o porque de a pobreza ser incentivada e mantida por quem dita as leis da sociedade(de cada país)? Porque os filhos da puta q estão no poder de países como o Brasil, q são: OS POLÍTICOS E AS GRANDES EMPRESAS E EMPRESÁRIOS DONOS DE BANCOS, não querem pessoas de bem com a vida, pois pessoas de bem com a vida felizes com seus empregos, vidas e família, não servem para (não vão querer) consumir as drogas q entram nas favelas, q são levadas para lá pelos empresários e políticos q facilitam a entrada dessas drogas nas favelas e em bairros pobres. 

 

OS RICOS,OS DONOS DE BANCOS, OS POLÍTICOS OS EMPRESÁRIOS DONOS DO MUNDO, NÃO QUEREM PESSOAS CONTENTES COM SUAS VIDAS, PORQUE PESSOAS FELIZES VÃO QUERER PENSAR EM EVOLUIR SUAS CONSCIÊNCIAS E ISSO NÃO É BOM PARA OS RICOS PORQUE RICO QUER POBREs SÓ PARA COMPRAR SUAS DROGAS E SEUS PRODUTOS.

OS RICO TÊM FEITICHE POR POBRES. ELES GOSTAM DE POBRES PARA COMPRAR SEUS PRODUTOS E DE FAZER PIADAS COM OS POBRES NA TELEVISÃO.

Só lembrando q não são todos os ricos q são filhos da puta, mas a maioria é. Dr.Lair Ribeiro, tem uma frase interessante pra quem tem raiva ou preconceito contra ser rico. ´´Se você tem preconceito contra quem é rico dificilmente você será um deles``

10.000 [R]evoluções por minuto

CURTA O BLOG 10.000 [R]evoluções por minuto, NO FACEBOOK (click aqui)

 

Anúncios