OS ACONTECIMENTOS NO MUNDO E O QUE TEM A DIZER A ASTROLOGIA

O Grande Quadrado Cósmico

 

Olá a todos,

Começamos o inverno no hemisfério sul vivendo tempos em acordo com o clima: frios e desafiadores, mas encontraremos abrigo na compreensão da consciência e nos aquecendo não de outra forma além do amor.

No meio do palco armado para a grande revolução, ainda muitas mudanças se farão necessárias, internas e externas para nos adaptarmos ao que virá. Não há mais espaço para a inércia, coisas estagnadas e involuídas. Chegou o momento de reciclar e abrir-se ao novo.

Todas as almas que tem o propósito de auxiliar outros seres, que lideram fileiras humanas na evolução estão dando um passo à frente, passam ou já passaram por mudanças profundas em suas vidas, pois precisam estar preparadas para esse trabalho. Simples, mas não fácil. Exige sacrifício, abnegação, compaixão, altruísmo e muito, mas muito amor. Essa é a nova consciência, a verdadeira revolução humana dos que não se excluem, saem da caixa e não aceitam a injustiça e a maldade contra os outros seres.

O Sol transita pela constelação de Órion, o caçador da felicidade e os amores eternizados pela dor. Conjunto a Vênus em Gêmeos, aponta o início do encontro das almas, mas num sentido não necessariamente romântico. No planejamento cósmico da evolução da terra, as almas mais antigas combinaram seus encontros e atividades, e o universo abre, de tempos em tempos, ciclos de eventos e oportunidades para que elas se aproximem e unam-se em esforços para ajudar o planeta. E estamos justamente agora em um ciclo para essa finalidade. Então uma boa dica é buscar o contato com mais pessoas, participar de grupos, novas atividades. Não se espantem ao descobrir fortes e inexplicáveis empatias como se já conhecessem há muito tempo. Vamos começar a experimentar uma verdadeira união.

Um aspecto importante e muito decisivo é o grande quadrado cruzado no céu do momento, formado por Mercúrio e Vesta, Júpiter, Saturno e Netuno. Não traz o símbolo de risos e festas, mas desafios; ações e reações catabólicas que levarão ao desenvolvimento.

Ao observar o mundo, especialmente seus últimos eventos, podemos concluir o óbvio: estamos cercados pelo mal e ele está vencendo. Isso é o que parece, mas não é a realidade. A permanência do mal nunca esteve no plano cósmico e precisamos compreender com maturidade sua forma peculiar de nos ajudar, que definitivamente não inclui a descida de um super-herói.

As energias estelares são como ferramentas e armaduras que recebemos para lutar e sobreviver. Em sua batalha contra o mal, agiram primeiramente deixando-o exposto, tanto no mundo exterior quanto dentro de cada um. A verdade que nos tira da zona de conforto, o conhecimento que exige integridade. A consciência desperta elimina preconceitos, corrige comportamentos, eleva pensamentos, altera prioridades. Isso se chama crescimento espiritual. Integridade é permanecer somente num dos lados. Mas enquanto as energias forçam os bons a se elevarem cada vez mais, a escuridão por sua vez, cai num abismo total. Uma vez completamente distante de toda Luz, o próximo passo é confundí-los. Perderam seu sentido de direção e sem noção de valores passarão a destruir uns aos outros. Veremos nos próximos anos a saída do mal em massa do planeta, como nunca se viu desde o início da humanidade. Como a extinção dos dinossauros. Mas não pensem que as energias cósmicas agem sozinhas, precisam da ajuda de todos os bons.

Energias são alimentadas por sentimentos e pensamentos. Não precisamos de guerras, mas de consciências despertas, de união, intenção e atitudes. É preciso ser e querer o melhor para que ele aconteça. Acreditar e arregaçar as mangas para começar a construir algo novo, porque a vida não é uma novela para só ficar sentado assistindo. É através do crescimento dessa energia, o aumento do número de pessoas e grupos na mesma intenção que fará o mal ser exilado, retirado da terra. Nossos mestres cósmicos estão com muita força e presentes ao nosso lado em cada passo. Nos pedem para falar, trabalhar e abrir a mente aos novos conceitos.

No grande quadrado, a primeira mensagem é de Netuno. Ele já se posiciona no setor espiritual do planeta há alguns anos, provocando o despertar coletivo, mostrando o sentido do verdadeiro valor. Netuno também é a ilusão quando se aspira qualquer coisa material ou dirigida pelo ego. Porque ele rege a caridade, a compaixão, a conexão que nasce de um amor profundo e espiritual. Netuno é o que guia os próximos pontos importantes no grande quadrado. Como um mestre orientando seus discípulos, ele reforça primeiro as energias de Mercúrio e Vesta, trazendo para a comunicação mais sabedoria e menos a simples informação, pois estará cada vez mais manipuladora e enganosa. Netuno irá treinar as mentes preparadas para a capacidade de levar as palavras que toquem a alma do mundo, despertando a cultura espiritual coletiva.

Mercúrio e Vesta representam o poeta, o orador carismático, o profeta e a profecia, trazendo mensagens que causarão um impacto revolucionário nos conceitos da mente e das emoções. Agindo de forma coletiva, trazendo o desejo da massa de viver em abundância e harmonia. Veremos grandes personalidades, especialmente no Brasil, acendendo com suas palavras o pavio que armará o palco de uma nova revolução.

O próximo ponto do quadrado é Júpiter, reenergizando o DNA humano e ampliando o conceito de trabalho. As pessoas precisam estar saudáveis e atuando em áreas que realmentre podem contribuir com o crescimento social.

Para o plano cósmico espiritual há um sentido de elite que é muito diferente do que foi criado na terra, onde aqueles que possuem mais dinheiro e poder são considerados seres especiais. O verdadeiro conceito cósmico é bem diferente e pode ser visto sob duas formas: os seres que trazem um passado espiritual de muitas contribuições para a evolução do mundo e aqueles que desenvolvem em sua existência tais qualidades, contribuindo com melhorias na terra. Esses são como pedras preciosas que enriquecem o planeta. Qualquer pessoa que busque o crescimento espiritual através do desenvolvimento de suas capacidades, colocando-as em favor do mundo, faz parte da elite cósmica. Tornam-se pedras que enriquecem o brasão de armas da humanidade. Esse é o chamado de Júpiter: descobrir seu verdadeiro valor, a nobreza de seu espírito e colocá-la em prática para o mundo.

O quarto e último ponto do quadrado é Saturno, apresentando o maior desafio: a reavaliação das crenças e a quebra de paradigmas. O mundo precisa estirpar o preconceito, o dogmatismo, o fundamentalismo, pois são esses os maiores inimigos da humanidade. O que leva à incompreesão, à desunião e à crueldade. A ignorância mental e espiritual que mata e que infelizmente ainda enfrentaremos momentos muito obscuros antes que comece a retroceder.

Exotericamente, a bandeira é um símbolo predador, pois transmuta-se no símbolo da águia e do galo. Inspiram o ego, a vaidade e uma aversão irracional às outras bandeiras. Por isso caminhavam à frente das batalhas. Todo símbolo social que pode ser compreendido como uma bandeira, leva também esse potencial. Títulos, times, signos, ideologias, etc, exercem um poder social negativo. A vaidade competitiva que acaba fazendo, mais cedo ou mais tarde, suas vítimas. Como foi com o nazismo e hoje com os partidos políticos. O título que cria um estigma, o orgulho em pertencer a um grupo sem se importar com a validade de seus princípios. A eterna necessidade humana em alimentar-se do poder. A perigosa falsa elite disseminadora de ódio. Alguns grupos ainda usam o nome de Deus, o que nitidamente não acreditam nem compreendem.

E o que é Deus? Essa será uma grande revelação no final do ciclo de Saturno.

Apesar de tantas dificuldades, viver sempre vale a pena quando temos um propósito maior. Na capacidade de aprender e ensinar. Descobrimos o nosso melhor naquilo que podemos oferecer.

Abraços estelares. (21/6/2016 )

FONTE: ASTRAL em Movimento ( CURTA A PÁGINA )

FAÇA SEU MAPA COM A CARLA RIGHI da ASTRAL EM MOVIMENTO ; – )

BLOG 10.000 [R]evoluções por minuto

CURTA O BLOG 10.000 [R]evoluções por minuto, NO FACEBOOK (click aqui)

Anúncios