O Sol roubou um planeta de outra estrela

 

Existe um alienígena no Sistema Solar. Cientistas da Universidade de Lund, na Suécia, concluíram por uma simulação de computador que o nosso Sol é um ladrão. Há 4,5 bilhões de anos ele tomou um de seus planetas de outra estrela. Mas não qualquer um deles: trata-se do esquisitíssimo Planeta Nove.

Ninguém viu ainda o Planeta Nove – o que quer dizer que não há comprovação definitiva de sua existência, e por isso ele não ganhou um nome verdadeiro. Mas há fortes evidências que ele exista por causa da configuração incomum que orbitam no chamado Disco Disperso, a parte mais externa do Sistema Solar. Nove é grandão, feito de gelo e com uma massa dez vezes maior que a Terra. A razão de nunca termos o visto é que ele fica ridiculamente longe: em sua órbita de 20 mil anos, ele pode ficar a 1200 unidades astronômicas do Sol – ou seja, 1200 vezes a distância entre a Terra e o Sol. E também 24 vezes mais longe que Plutão.

Os cientistas suecos acreditam que essa maluquice toda se explica porque o Nove nem era para fazer parte de nosso sistema planetário. “O Planeta Nove pode ter sido ‘empurrado’ [gravitacionalmente] por outros planetas e, quando ele terminou numa órbita muito larga ao redor de sua própria estrela, o Sol aproveitou a oportunidade para roubá-lo e capturá-lo”, afirma o astrônomo Alexander Mustil, que conduziu o estudo. “Quando o Sol depois se moveu para fora do aglomerado estelar onde nasceu, o Planeta Nove acabou preso numa órbita ao redor dele.”

Isso o torna oficialmente um exoplaneta, isto é, um planeta de outra estrela. “É quase irônico que, enquanto astrônomos frequentemente encontram exoplanetas a centenas de anos-luz em outros sistemas solares, provavelmente existe um deles escondido em nosso quintal”, diz Mustil.

FONTE: Superinteressante

♥♥♥

BLOG ♥ 10.000 [R]evoluções por minuto

CURTA O BLOG 10.000 [R]evoluções por minuto, NO FACEBOOK (click aqui)

Anúncios