POR QUE EVITAR ESSE LIVRO(lixo) E ESSE FILME (lixo)? RESPOSTA ABAIXO.

 

O que você (e principalmente elas) não sabiam é que o livro-chiclete que retrata uma relação impregnada de violência não faz bem às mulheres. Quem descobriu isto foi a pesquisadora Amy Bonomi, presidente do Departamento de Desenvolvimento Humano e Estudos da Família da Universidade de Michigan. Segundo o estudo, o personagem masculino Christian Grey controla a jovem Anastasia Steele através de perseguição, intimidação, isolamento e humilhação. Respondendo a estes estímulos, ao invés de Steele se revoltar contra o tratamento recebido, começa a controlar seu comportamento para manter a paz no relacionamento, algo bem comum ao que vemos em mulheres vítimas de abuso. “Com o tempo, ela perde sua identidade” e “torna-se impotente e aprisionada,” aponta Bonomi

 

“Muita gente lê coisas que soam sexy na fantasia, mas não são tão seguras ou causam diversão na realidade”, segundo Russell Stambaugh, que preside a Associação Americana de Educadores da Sexualidade.

De acordo com o estudo, ele considera o livro como violência interpessoal. E, segundo eles, as consequências do relacionamento emocionalmente abusivo, caracterizado por perseguição, intimidação e isolamento gera na personagem feminina estresse, distúrbio de identidade e sensação de impotência.

A pesquisadora Amy Bonomi ainda extrapolou o mundo da ficção e quis saber se esse romance mal escrito e doentio influencia as leitoras. Depois de entrevistar 655 mulheres, entre 18 e 24 anos, 33% haviam lido.

 

As leitoras costumavam relatar mais envolvimento com namorados violentos, distúrbios alimentares e se embriagavam com mais frequência. Elas também tendiam a ter mais parceiros sexuais do que as outras.

 

“Representações problemáticas da violência contra a mulher na cultura popular, tanto em filmes, romances, música ou pornografia, criam uma narrativa social que normaliza esses riscos e o comportamento das mulheres”, diz o estudo. “A pesquisa mostra uma forte relação entre a saúde das mulheres e o consumo do livro. Entre as que já experimentam algum comportamento de saúde adverso (ex: distúrbio alimentar), ler 50 tons pode reafirmar essas experiências e agravar o trauma. Já as mulheres saudáveis podem passar a achar normal esse tipo de comportamento”, conclui.

 

Sobre o personagem (tosco) masculino (do filme e livro tosco, que o pessoal gastou comprando esse LIXO):

Porque simplesmente esta perfeição não existe. O cara idealizado não é páreo para uma rotina da vida real, uma relação cotidiana ou um acordar com olheiras e mal-hálito. Broxar não é uma palavra em seu dicionário. Ele esta lá só para saciá-la sexualmente, como um cachorro no cio (ESSA É A IDEIA QUE O FILME PASSA). Mulher, idealizar caras assim só vai frustrá-la ainda mais a concepção que você tem sobre os homens na vida real. A perfeição não existe e cansa. O verdadeiro barato dos relacionamentos é conviver e aprender com as falhas, com os vacilos e ainda assim amar o outro. Se você tiver o Christian Grey na sua cabeça quando buscar um parceiro, viverá frustrada, em uma bolha virtual imaginária.

Fonte: Academy of  Womens

.

.

.

ReConenctando a Sua Essência

Curso: Liberdade emocional com EFT

Mentoria Espiritual com Caio Fábio – Exclusivo

Mapa Numerológico para Autoconhecimento.
De 400R$, por 100R$! Faça o seu! Click aqui!

Anúncios